Publicações

DF: Arruda está tranquilo e recuperando forças, diz advogado

O advogado Thiago Bouza, do escritório de direito criminal Bouza Advogados, é um dos advogados do governador afastado do Distrito Federal. Preso, o político José Roberto Arruda recebeu a visita do advogado criminalista. A matéria veiculada no portal de notícias Terra entrevistou Bouza.

Leia a reportagem:

O governador afastado do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM), recebeu a visita de Thiago Bouza, um dos seus advogados de defesa, neste domingo, na sede da Polícia Federal (PF) em Brasília, onde está preso desde quinta-feira. O advogado direito criminal disse que ele está sereno e consciente da sua situação: "ele sabe que pode passar muito tempo preso, mas está tranquilo e recuperando as forças", disse. Segundo o advogado, Arruda está evitando notícias e visitas de amigos.

Bouza se reuniu com Arruda para levar notícias de Rodrigo Arantes, sobrinho e ex-secretário particular do governador afastado, e que também está preso.

O advogado, que trabalha com Nélio Machado (outro advogado de defesa criminal de Arruda) disse, ainda, que somente a partir da quarta-feira de Cinzas é que será decidido se haverá pedido de habeas-corpus para o ex-secretário de Comunicação do DF, Welington Moraes, Rodrigo Arantes, o ex-diretor da Companhia Energética de Brasília, Haroaldo Carvalho e o ex-deputado distrital Geraldo Naves, presos na última sexta-feira por decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Mais cedo, Bouza tentou visitar Arruda, mas sem sucesso. O governador afastado estava descansando quando o advogado chegou. Antes da primeira visita, Bouza esteve no presídio da Papuda para conversar com Rodrigo Arantes.

Além do advogado especialista em direito criminal Thiago Bouza, Arruda também recebeu a visita de Paulo Wilson, aposentado do governo do DF, que afirmou ser amigo do governador afastado há mais de 10 anos. Wilson levou três livros para Arruda, entre eles "1876", de Gore Vidal.

Arruda não recebeu outras visitas neste domingo de Carnaval na sede da PF, em Brasília, onde está preso desde a tarde da última quinta-feira. O presidente do Democratas no DF, Osório Adriano, tentou, sem sucesso, visitá-lo. Ele foi barrado por não estar na lista de pessoas autorizadas. Pelo mesmo motivo, uma senhora que se identificou na portaria da PF como avó de Arruda também não conseguiu entrar.

Apenas os advogados podem visitar Arruda sem a necessidade de marcar horário. Os familiares e demais visitantes devem agendar e passam pelo crivo do coordenador de segurança, Marcos Ferreira.

De acordo com informações da PF, todas as refeições de Arruda são levadas até lá por familiares do governador afastado. Arruda é examinado diariamente, pela manhã e no fim da tarde, por um médico da corporação. São feitos exames clínicos, como medição da pressão arterial, como medida de segurança.

Entenda o caso Arruda

O mensalão do DEM, cujos vídeos foram divulgados no final do ano passado, é resultado das investigações da operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal. O esquema de desvio de recursos públicos envolvia empresas de tecnologia para o pagamento de propina a deputados da base aliada.

O governador José Roberto Arruda aparece em um dos vídeos recebendo maços de dinheiro. As imagens foram gravadas pelo ex-secretário de Relações Institucionais, Durval Barbosa, que, na condição de réu em 37 processos, denunciou o esquema por conta da delação premiada. Em pronunciamento oficial, Arruda afirmou que os recursos recebidos durante a campanha foram "regularmente registrados e contabilizados".

As investigações da Operação Caixa de Pandora apontam indícios de que Arruda, assessores, deputados e empresários podem ter cometido os crimes de formação de quadrilha, peculato, corrupção passiva e ativa, fraude em licitação, crime eleitoral e crime tributário.

Disponível em:
https://www.terra.com.br/noticias/brasil/politica/df-arruda-esta-tranquilo-e-recuperando-forcas-diz-advogado,b4e863fc8940b310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html

Para saber mais notícias sobre direito criminal, continue acompanhando do site do escritório de advocacia criminal Bouza Advogados.

Mais Publicações

Não se pode imputar crime a alguém só pelo cargo que ocupa, diz Teori Zavasck

O ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki foi o relator e responsável pelo voto vencedor da decisão de absolvição do... Ler mais

STF absolve deputado Décio Lima de acusação de crimes contra a administração pública

O ex-prefeito de Blumenau, Décio Lima, era acusado de utilizar verbas para propaganda irregular... Ler mais

Décio Lima é absolvido em processo do Supremo Tribunal Federal

O deputado federal décio Lima era acusado de usar recursos de um Hospital em Blumenau indevidamente na... Ler mais

TRF-1 concede Habeas Corpus por falta de fundamentação em medidas coercitivas

A 3ª turma do Tribunal Regional da 1ª região concedeu Habeas Corpus a um acusado de corrupção passiva... Ler mais

Entre em Contato